Home Diário de Bordo
O Veleiro Downloads
Passeios Contato

Vida a Bordo

Localização

Fone: +55-11-98228-2106

Produtos

 PASSEIO     

 
1- CHARTER
  1 - Paraty
  2 - Ilha Grande
 
2- EVENTOS
  1 - Semana de Vela de Ilha Bela
  2 - Encontros ABVC
  3 - Natal dos Velejadores
  4 - Cruzeiro Internacional Da Costa Leste 2008
  5 - Refeno 2008
 
3 - VIAGENS
  1 - Bertioga
  2 - Ilha Bela
  3 - De João Pessoa a Paraty 2009
  6 - Viagem CCL 2010, Caribe, Europa
Local: Cruzeiro Internacional da Costa Leste 2008

Passeio: CCL 2008 De Buzios a Vitória

A perna entre Búzios e vitória, devido a dependência de ventos favoráveis e um trajeto um pouco mais extenso, cada comandante de embarcação tinha que planejar o horário de partida de acordo com o tempo, a velocidade de sua embarcação e o horário de aterragem em Vitória. Decidimos por partir um pouco mais tarde do que a maioria para poder aproveitar melhor o vento que entraria com a frente fria.
 Saímos as 5:00 da manha de sexta feira com previsão de uma média de velocidade de 5 a 6 nós chegando assim em Vitória ainda durante o dia. Desta maneira ficaríamos também somente uma noite tendo que fazer turnos o que torna a viagem bem menos cansativa.
 Partimos com vento de 15 nós do quadrante N, e logo subimos a genoa 2 e a mestra no primeiro rizo, com este conjunto de velas e mais o motor a 1.500 rpm conseguimos cumpri 70 milhas em uma orça forçada rumo a NNE com média de 6 nós. O mar contra e com ondas de 2,5 metros de altura, fazia o barco entrar dentro das ondas como um torpedo, lavando todo o convés e só não molhando agente devido ao Dog House e o Bimini que protegia o Cockpit dos borrifos de água. Depois de dobrarmos  o Cabo São Tomé, o vento como de esperado virou para S, junto com a  ondulação que agora vinha pela popa. Desligamos o motor, recolhemos a mestra e abrimos a genoa1  e o entrar da noite foi maravilhoso com um por do sol e muito silêncio. O barco singrava as águas a 4 nós com vento de 10 nos que foi aumentando com a chegada da frente e se tornou um vendaval de 25 com rajadas de 35 nós, com a genoa parcialmente enrolada o barco surfava as ondas que agora já chegavam a 4 metros, a uma velocidade de 10 nós e assim foi até chegarmos a Vitória as 14:00 do dia 26 após 33 horas de navegação percorrendo 192 milhas.
 Ancoramos na Praia do Canto junto ao Iate Clube de Vitória, que nos forneceu todo o suporte necessário. A cidade também nos surpreendeu pela limpeza, qualidade de vida  e dos espaços públicos. Bem localizado o Iate fica perto de um calçadão muito bonito que nos leva até o Shoping Vitória, neste trajeto existe alguns quiosques que a noite tem musicas ao vivo e uma feirinha que acontece sábado e domingo com muitas barracas entre elas as de gastronomia muito rica e diversificada. Fomos conhecer de ônibus o centro da cidade e o Convento da Penha que fica no alto de um morro permitindo visais muito bonitos de toda a cidade. Perto do Iate também fica a região dos barzinhos noturnos apelidado popularmente como “Triangulo das Bermudas”, onde os homens que entram se perdem com a enorme quantidade de mulheres sozinhas a caça de companhia.
 No dia 30/07 foi feita como de costume uma paella para os velejadores recheada de lagostas e camarões era tão grande que serviu fácil 200 pessoas e ainda sobrou.

Apresentação com fotos: CCL_2008_De_Buzios_a_Vitória.ppt

 

 

Desenvolvido por 360 InsSite