Home Diário de Bordo
O Veleiro Downloads
Passeios Blog

Vida a Bordo

Localização

Produtos

 PASSEIO     

 
1- CHARTER
  1 - Paraty
  2 - Ilha Grande
 
2- EVENTOS
  1 - Semana de Vela de Ilha Bela
  2 - Encontros ABVC
  3 - Natal dos Velejadores
  4 - Cruzeiro Internacional Da Costa Leste 2008
  5 - Refeno 2008
 
3 - VIAGENS
  1 - Bertioga
  2 - Ilha Bela
  3 - De João Pessoa a Paraty 2009
  6 - Viagem CCL 2010, Caribe, Europa
Local: Cruzeiro Internacional da Costa Leste 2008

Passeio: CCL 2008 De Vitória a Abrolhos

Saímos de Vitória as 11:45 hs PM do dia 4/08/2008, esperando a chegada dos ventos do quadrante S, SE. Motoramos por 1:30 hs e já abrimos a genoa, mar um pouco mexido com ondas de 1,5 a 2,0 m.
O cardápio desta etapa foi rocambole de carne moída com palmito e queijo, muito pratico porque se pode comer frio.
O vento aumentou e rondou para S, logo estávamos em "asa de pombo" com a genoa 1 e 2 e mais o pau de spin. Assim foi mossa velejada com velocidade entre 7 e 8 nos vindo a rondar o vento novamente as 0:00 hs do dia seguinte para o quadrante E. Subimos a vela grande e descemos a genoa2 e sem comprometer a velocidade velejamos até as 4:00 hs quando o vento ronda novamente para o quadrante NE fazendo nosso querido serviçal o SEVERINO perder o leme e o barco aquartelou enroscando a genoa no stay de trivela e na driça da genaker. Depois de 45 min. de briga árdua entre os três tripulantes contra o barco, mar, vento, vela, cabos e ondas, vencemos a batalha e conseguimos enrolar a vela um pouco avariada. Motoramos por fim até as 11:30 hs quando chegamos no ancoradouro Sul de Abrolhos.
Desembarcamos na Ilha de Santa Bárbara, Arquipélago de Abrolhos, para conhecer o farol. A Marinha do Brasil, por meio de uma base da DHN, mantém a sinalização e a ordem nesta pequena parte do continente. O Cruzeiro Costa Leste detém de uma organização capaz de minimizar a burocracia de desembarque e fundeio no Parque Nacional Marinho dos Abrolhos. A Ilha Siriba é a única do parque em que pode haver o desembarque, lá existe uma grande quantidade de peixes coloridos, corais e caramujos, além de inúmeros pássaros como Atobás e Fragatas. Preservados do contato humano, as espécies marinhas são menos ariscos e permitem uma aproximação maior.
  Na água, Abrolhos também surpreende, peixes de muitas cores e tamanhos estão por todas as partes e mais tartarugas golfinhos arraias e até  tubarão do tipo  limão.  As baleias Jubarte nos meses entre julho e novembro, deixam a Antártica na busca de águas mais quentes para reproduzirem, e São mais de 3.000 indivíduos. Observado do topo da Ilha, da para ver ao redor de todo o arquipélago centenas de borrifos da respiração das baleias.
 Todos os dias passados em Abrolhos, foram de maravilhosas investidas nas ilhas e mergulhos deslumbrantes, e para coroar nossa estadia foi feito um churrasco do CCL junto com o pessoal da ilha, regado de picanhas e até dois bodes selvagens pegos na ilha Santa Bárbara e cedido para nos.

Apresentação com fotos: CCL_2008_de_Vitória_a_Abrolhos.ppt

 

 

Desenvolvido por 360 InsSite