Home Diário de Bordo
O Veleiro Downloads
Passeios Contato

Vida a Bordo

Localização

Fone: +55-11-98228-2106

Produtos

 PASSEIO     

 
1- CHARTER
  1 - Paraty
  2 - Ilha Grande
 
2- EVENTOS
  1 - Semana de Vela de Ilha Bela
  2 - Encontros ABVC
  3 - Natal dos Velejadores
  4 - Cruzeiro Internacional Da Costa Leste 2008
  5 - Refeno 2008
 
3 - VIAGENS
  1 - Bertioga
  2 - Ilha Bela
  3 - De João Pessoa a Paraty 2009
  6 - Viagem CCL 2010, Caribe, Europa
Local: Refeno 2008

Passeio: Refeno 2008 de Noronha a Natal e João Pessoa

No dia 04/10, deixamos Noronha na esteira do Tuareg, A regata até Natal, tivemos uma orça mais folgada e ventos mais fortes chegando nas rajadas a 35 nos. Muito mar e muito vento adriçamos a vela mestra e subimos a genoa 2 e assim foi em um bordo só até a linha de chegada em frente ao Iate Clube de Natal. Muitos barcos quebraram neste percurso, mas todos conseguiram chegar.
As dependências do clube são muito boas, piscina, sauna, internet e bar o que agrada muito os velejadores.
A festa de premiação da regata foi no domingo a partir das 8:00 hs, mas o troféu TARTARUGA MARINHA dado ao penúltimo barco a cruzar a linha de chegada, só foi entregue ao veleiro AVOANTE 1 no dia seguinte pois o mesmo não chegou a tempo para a festa. Tivemos banda de forró e um bem servido coquetel.
Fizemos alguns passeios pela cidade, fomos de bote comer tapioca com ginga, e de carro conhecer as dunas e os escorregas de Genipabu, comemos comida típica nordestina no restaurante Mangai, muito boa por sinal e para não perder o costume muito churrasco na marina.


Nesta época do ano venta muito forte, em média 20 nos constantes vindo de S  SW, isto significa dificuldades para rumar para o Sul com destino a João Pessoa.
Decidimos partir de madrugada quando o vento é um pouco mais fraco e assim poderíamos chegar durante o dia, mas nem tudo saiu como planejado. Os ventos justamente no dia em que saímos aumentaram chegando nas rajadas a 40 nos, tínhamos um percurso de 85 milhas, que foram vencidos com muito esforço em 20 horas, muita água em cima do barco a todo tempo e em alguns momentos nossa singradura não passava de 2 nos. Teve momento em que fui dormir vendo uma estação eólica de energia por boreste e quando acordei depois de 3 horas a estação continuava no mesmo lugar, dava uma baixa na moral absurda porque víamos a previsão de chegada cada vez mais distante e o barco sendo surrado pelo mar constantemente. Se já não tivéssemos andado 30 milhas teríamos voltado, e saído em uma outra data mas foi decidido prosseguir e acabamos chegando em João pessoa de noite procurando o balizamento de entrada do canal do porto entre as milhares de luzes da cidade.
Paramos em uma marina em Cabedelo Jacaré, a algumas milhas adentro do Rio Paraíba. Ao lado do píer existem alguns bares que todos os dias fazem uma homenagem ao por do sol , que acontece na margem em frente do rio,  tocando o Bolero de Ravel em um saxofone a bordo de uma canoa. Fica cheio de gente e depois do por do sol algumas bandas de forró anima até as 9 ou 10 hs da noite.
Alugamos um carro para conhecer as praias da região e saímos em caravana rumo ao Norte e depois rumo ao Sul.
Depois de alguns dias fazendo turismo, chegou o momento de decidir o que fazer após  estudar as condições de mar, vento e correntes para esta época do ano, resolvemos deixar o barco atracado no píer até janeiro quando todas as condições climáticas estarão a nosso favor. Aquele vento que hoje é de S SW vira para NE E facilitando muito a navegada rumo ao Sul do pais, alem de termos águas mais claras e um tempo maior para curtir as delicias que nos esperam na viagem de volta.
Enfim é hora de voltar a São Paulo cuidar de algumas pendências da vida em terra, mas em janeiro estaremos de volta para continuar nossa viagem.
Até Mais.

Apresentação com fotos: Refeno_2008_De_Noronha_a_João_Pessoa.ppt

 

 

Desenvolvido por 360 InsSite